Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, VI Congresso Sulbrasileiro de Ciências do Esporte

Tamanho da fonte: 
ESTILO DE VIDA E CULTURA COMO CONCEITOS NORMATIVOS? PUTAS, MERDAS E OUTROS DEVIRES SUBVERSIVOS
Luciano Jahnecka, Carmen Silvia de Moraes Rial, Luiz Carlos Rigo

Última alteração: 2012-08-05

Resumo


Se a emergência da noção de identificação não se limita a fixar a maneira com que nos percebemos e significamos nosso modo de agir no mundo, para além da pouca mobilidade deixada pela(s) identidade(s), a constituição de si está atravessada por deslocamentos, fragilidades e afirmações. A proposta deste artigo consiste em discutir os conceitos de processo de subjetivação e estilo de vida, entendendo que estes podem ser encontrados permeados por categorias que liberam os sujeitos do sedentarismo das identificações e também por isso dão forma a uma vida. Grandes e pequenos autores de sua própria vida, os estilos são como escolhas traçadas por relações possíveis muitas vezes improváveis que algum/alguém vai compondo e ao permanecer constantemente em diálogo consigo mesmo faz-se novas questões.

Palavras-chave


subjetivação; estilo de vida; identificação

Texto completo: anais