Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, VI Congresso Sulbrasileiro de Ciências do Esporte

Tamanho da fonte: 
ESTILO DE VIDA PREGRESSO DE MULHERES IDOSAS SEDENTÁRIAS E PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO
Rafaella Righes Machado, Cati Reckelberg Azambuja, Daniela Lopes dos Santos

Última alteração: 2012-08-01

Resumo


Este estudo teve por objetivo analisar e comparar, através da história de vida, o estilo de vida pregresso, durante as fases da infância e da adolescência, de mulheres idosas sedentárias e praticantes de musculação. Participaram do estudo 24 mulheres (12 sedentárias e 12 praticantes de musculação), acima de 60 anos de idade, da região de Santa Maria, RS. O instrumento utilizado, em forma de entrevista semi-estruturada, forneceu os dados que foram submetidos à análise descritiva dos dados através de percentuais. As idades médias foram de 64,2 anos para as praticantes de musculação e de 67,2 anos para as sedentárias. No âmbito de recreação e lazer, a realização de brincadeiras passivas e ativas foi menor entre as sedentárias na infância e adolescência, e para as praticantes de musculação aumentaram as brincadeiras passivas na adolescência. As práticas esportivas decaíram na adolescência em ambos os grupos, porém foram mais elevadas para as praticantes de musculação no âmbito de recreação e lazer e no educacional. Conclui-se que a prática esportiva realizada durante as fases da infância e da adolescência destas idosas tenha sido um dos determinantes para o estilo de vida atual ser ativo ou não.

Palavras-chave


História de vida; mulheres idosas; prática esportiva.

Texto completo: anais