Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, VI Congresso Sulbrasileiro de Ciências do Esporte

Tamanho da fonte: 
O TRABALHO ENQUANTO PRINCÍPIO EDUCATIVO: EMBATES E PERSPECTIVAS NA EDUCAÇÃO E NA EDUCAÇÃO FÍSICA
Douglas Almir Tolfo Rossa, Maristela da Silva Souza

Última alteração: 2012-08-06

Resumo


Resumo: A sociedade capitalista tem como elemento central a luta de classes gerada pela produção coletiva e apropriação privada dos meios e produtos do trabalho. A educação se inter-relaciona com a sociedade podendo servir ou para a manutenção desta lógica ou pode auxiliar na superação da mesma. Este trabalho objetiva analisar as relações entre trabalho, educação e Educação Física, e, abordar as possibilidades superadoras da realidade da escola capitalista e da Educação Física considerando o acumulo histórico de conhecimentos sobre o trabalho como princípio educativo. O estudo é referenciado a partir do método materialista histórico dialético e sua metodologia envolve uma pesquisa exploratória e uma pesquisa bibliográfica. Salienta-se que, no presente trabalho, serão apresentados os resultados parciais da pesquisa. Nesse sentido, elencou-se os elementos essenciais da categoria trabalho tanto em seu sentido ontológico e histórico, observou-se as regularidades entre o sentido histórico do trabalho, a Educação e a Educação Física, contribuindo para a manutenção do sistema capitalista, foi apontado a possibilidade superadora do trabalho como princípio educativo como forma de embate a lógica da escola capitalista e, ainda, sobre a necessidade de aprofundamento, na sequência do estudo, sobre sua importância para o ensino da Educação Física.

Palavras-chave


luta de classes, trabalho como princípio educativo, escola, Educação Física, Crítico-superadora

Texto completo: anais