Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, VI Congresso Sulbrasileiro de Ciências do Esporte

Tamanho da fonte: 
PREVALÊNCIAS DE ATIVIDADE FÍSICA EM CONTEXTO DE DESLOCAMENTO E DE DOENÇAS CRÔNICAS EM PESSOAS COM TRANSTORNOS MENTAIS E DE COMPORTAMENTO
Jeferson Santos Jerônimo, Marcelo Cozzensa da Silva, Vanda Maria da Rosa Jardim, Luciane Prado Kantorski

Última alteração: 2012-08-14

Resumo


RESUMO
Observa-se um avanço na saúde pública a partir da perspectiva de promoção da saúde, gerando aumento na expectativa de vida das populações. Contudo, há o crescimento de doenças e agravos não transmissíveis entre eles os transtornos mentais e de comportamento. No Brasil esse avanço possibilitou a criação dos Centros de Atenção Psicossocial. Na Educação Física, promoção da saúde está associada à prática de atividade física, contudo os níveis de inatividade física têm aumentado. Objetiva-se descrever as prevalências de atividade física em contexto de deslocamento e de doenças crônicas em pessoas com problemas psiquiátricos usuários de Centros de Atenção Psicossocial de duas cidades do Sul do Brasil. Pesquisa observacional, descritiva, composta por 80 sujeitos. Média de idade é de 41,7 anos; a maioria dos sujeitos é mulher; branca, com IMC normal; com baixa escolaridade; já teve internação psiquiátrica e apresenta depressão; percebe sua saúde como regular ou boa; apresenta hipertensão arterial e somente 1/3 se desloca ativamente. Há necessidade de programas que estimulem a prática de atividade física para essa população, contudo maiores estudo devem ser realizados capazes de mensurar níveis de atividade física nos demais domínios.
PALAVRAS-CHAVE: Promoção da saúde; Atividade física; Centros de atenção psicossocial

ABSTRACT
There is a breakthrough in public health from the perspective of promoting health, generating an increase in life expectancy of the population. However, the growth of non communicable diseases and disorders including mental disorders and behavior. . In Brazil this advance enabled the creation of psychosocial care centers. In physical education, promotion of health is associated with physical activity, however the physical inactivity levels have increased. The goal is to describe the prevalence of physical activity in the context of displacement and chronic diseases in people with psychiatric problems users of psychosocial care centers in two cities in southern Brazil. Observational research, descriptive, composed of 80 subjects. Average age is 41.7 years; most of the subject is a woman; white, with normal BMI; with low schooling; had psychiatric hospitalization and has depression; realize your health as regular or good; features hypertension and only 1/3 moves actively. There is a need for programs that encourage the practice of physical activity for this population, however further study should be made able to measure physical activity levels in other domains.
KEYWORDS: Health promotion; Physical activity; Psychosocial care centers

RESUMEN
Hay un avance en salud pública desde la perspectiva de la promoción de la salud, generando un aumento en la esperanza de vida de la población. Sin embargo, el crecimiento de enfermedades no transmisibles, como trastornos mentales. En Brasil este avance permitió la creación de los centros de atención psicosocial. En educación física, promoción de la salud está asociada con la actividad física, sin embargo, han aumentado los niveles de inactividad física. El objetivo es describir la prevalencia de actividad física en el contexto de los desplazamientos y las enfermedades crónicas en personas con problemas psiquiátricos usuarios de los centros de atención psicosocial en dos ciudades del sur de Brasil. Investigación observacional, descriptiva, compuesta de 80 personas. Edad promedio es de 41,7 años; la mayoría de la materia es mujer; blanca, con IMC normal; con baja escolaridad; hospitalización psiquiátrica y depresión; darse cuenta de su salud como regular o bueno; presenta hipertensión y sólo 1/3 se mueve activamente. Hay una necesidad de programas que fomenten la práctica de actividad física para esta población, sin embargo, otro estudio debe hacerse capaz de medir los niveles de actividad física en otros dominios.
PALABRAS-CLAVE: Promoción de la salud; Actividad física; Centros de atención psicosocial

Palavras-chave


Promoção da saúde; Atividade física; Centros de atenção psicossocial; Health promotion; Physical activity; Psychosocial care centers; Promoción de la salud; Actividad física; Centros de atención psicosocial

Texto completo: anais